domingo, 11 de setembro de 2011

Contar Histórias é uma arte!



Contar Histórias é, antes de tudo, um ato de amor. Precisamos estar preparados, com tranqüilidade e conhecimento, para enfrentar os pequenos e grandes ouvintes.
         É uma das atividades mais importantes no cotidiano das crianças, pois é fundamental escutar histórias, para que seja formado o Imaginário e estimulada a Fantasia. Assim, as crianças poderão, através da compreensão e reflexão, atravessar a infância e a adolescência, e chegar a uma vida adulta saudável.
         Toda criança que escuta histórias, sejam elas quais forem, será, sem dúvida nenhuma, um adulto feliz e, conseqüentemente, um bom leitor.
         Não podemos deixar as crianças abandonadas à frente de um aparelho de TV, vendo heróis sem personalidade participando de histórias simplistas. Além de assistirem a programas sem criatividade e de mau gosto.
         Mostramos através do “Contar Histórias” que é no Mundo Mágico e Maravilhoso dos Contos e das Fábulas que os ouvintes vão poder elaborar seus medos, angústias, a morte, o abandono, sua origem e, até, sua sexualidade.
         É através desse Universo Fantástico, feito de bruxas, fadas, gigantes, madrastas cruéis, reis, rainhas, que eles vão aprender a ser corajosos e valentes, e, assim, poderão construir um alicerce seguro para, na fase adulta, saber lidar com as adversidades.
         Além de tudo isso, os Contos e as Fábulas, pela sua antigüidade, através dos Oralistas, já serviram a muitas gerações, não só como entretenimento, mas, também, como tratamento terapêutico.
         Sabendo “Contar” , vamos estimular o gosto pela Leitura, tão problemático na atualidade com o advento do computador e seus CD-ROMs de histórias. Essa modernidade vai cada vez mais incentivando a preguiça na criança que, conseqüentemente, se desmotiva e desinteressa do “Ato de Ler” , responsável potencial por crianças, adolescentes e adultos com auto-estima, inteligência e conhecimento.

         Todo “Contador” é um catalisador da curiosidade infantil.


Um comentário:

SueliqQueiroz disse...

Olá!!!
Achei super legal o que você disse a respeito de contar historias. Como mae que sou, eu ja contava historias às minha cças,(conto pra eles dormirem) mas sem saber que era tão bom...olha que interessante!!! Um insentivo a continuar contando até mesmo quando estou com aquele sonho.